Zumbido-Matéria

Zumbido no ouvido é um SINTOMA, que pode ser decorrente de diversas causas.

Por isso a busca pelo seu diagnóstico deve ser realizada na sequência adequada, e por um profissional especializado.

Caso contrário, pode aumentar e comprometer cada vez mais a sua qualidade de vida.

Tratamento sim, cura nem sempre.
Mas não pense nisso agora! Caso o seu não tenha cura, há várias formas de tratá-lo, reduzi-lo e aprender a lidar com ele, de forma que não afete sua vida pessoal nem profissional.

 

Mas antes de falar sobre o tratamento, vamos responder a algumas questões importantes para eliminar seus medos e ansiedades, muito comuns em pessoas que tem zumbido:

Zumbido tem cura?
Zumbido tem tratamento?

5

Considerações importantes sobre Zumbido no Ouvido

Qual é o som do seu zumbido?

O som do zumbido pode variar: chiado, apito, cigarra, cachoeira, panela de pressão, sussurro ou mesmo cliques, estalos, e até o barulho do coração pulsando no ouvido.

Pode ser intermitente ou contínuo e variar em intensidade.

Para a maioria das pessoas, a condição é apenas um incômodo. Em casos graves, no entanto, o zumbido pode fazer com que as pessoas tenham dificuldade em se concentrar e dormir. Pode eventualmente interferir no trabalho e nas relações pessoais.

O zumbido é um sintoma.

Isso significa que ele não é uma doença em si, mas é o sintoma de que algo está acontecendo no seu organismo. É um aviso de que algo não vai bem, ou aconteceu, e precisa ser analisado.

O zumbido é “multidisciplinar”

A grande dificuldade é que o zumbido tem diversas possíveis causas, e não significa que é um problema auditivo, apesar de se manifestar no ouvido.

Então, você precisará buscar profissionais da saúde de diversas áreas, para investigar a origem do seu zumbido.

Mas saiba que a maioria dos profissionais analisam o zumbido estritamente de acordo com a sua especialidade.

Na maioria das vezes só os profissionais especializados em zumbido entendem essa questão da multidisciplinaridade – possuem uma visão abrangente e enxergam além da sua atuação.

Dito isso, é extremamente importante que você seja atendido por um profissional especializado, pois ele vai conduzi-lo da melhor forma, considerando todas as possibilidades.

O zumbido ainda é um terreno “sem dono” na Internet

Apesar de acometer muitas pessoas (e tem aumentado muito na população), é uma área recente de desenvolvimento de tratamentos idôneos e comprovados cientificamente.

Por isso há muitos tratamentos “milagrosos” oferecidos sem o devido critério, na maioria das vezes divulgados até mesmo em propagandas pagas.

Da mesma forma que você encontrou esta página, deve ter esbarrado com essas ”soluções”.

Dica: não procure na Internet por relatos de pessoas com zumbido

Para piorar, há na Internet uma grande quantidade de relatos de pessoas (reais!) que são de arrepiar: não conseguem mais trabalhar, se concentrar, e dormem só a base de remédios.

Isso pode acontecer, mas em uma minúscula parcela da população. E muitas vezes em pessoas que não encontraram esses tratamentos idôneos que comentei acima.

Você não está sozinho:

O zumbido afeta atualmente cerca de 40 milhões de brasileiros.

Causas do Zumbido no Ouvido

Uma série de condições de saúde podem causar ou piorar o zumbido. As causas mais comuns são:

Perda de audição.

Existem pequenas e delicadas células ciliadas no ouvido interno (cóclea) que se movem quando o ouvido recebe ondas sonoras. Esse movimento aciona sinais elétricos ao longo do nervo do ouvido ao cérebro (nervo auditivo). Seu cérebro interpreta esses sinais como som.

Se os pelos dentro do ouvido interno estiverem dobrados ou quebrados 

isso acontece à medida que você envelhece ou quando você é regularmente exposto a sons altos – eles podem “vazar” impulsos elétricos aleatórios para o cérebro, causando zumbido.

Infecção no ouvido ou obstrução do canal auditivo.

Seus canais auditivos podem ficar bloqueados com o acúmulo de líquido (infecção no ouvido), cera, sujeira ou outros materiais estranhos. Um bloqueio pode alterar a pressão no ouvido, causando zumbido.

Lesões na cabeça ou pescoço.

Traumas na cabeça ou no pescoço podem afetar o ouvido interno, os nervos auditivos ou a função cerebral ligada à audição. Tais lesões geralmente causam zumbido em apenas um ouvido.

Medicamentos.

Vários medicamentos podem causar ou piorar o zumbido. Muitas vezes o ruído indesejado desaparece quando você para de usar esses medicamentos. Medicamentos conhecidos por causar zumbido incluem anti-inflamatórios não esteroides e certos antibióticos, medicamentos contra o câncer, diuréticos, medicamentos antimaláricos e antidepressivos.

Causas menos comuns de zumbido incluem outros problemas de ouvido, condições crônicas de saúde e lesões ou condições que afetam os nervos do ouvido ou o centro auditivo do cérebro:

Doença de Ménière.

O zumbido pode ser um indicador precoce da doença de Menière, um distúrbio do ouvido interno que pode ser causado por pressão anormal do fluido no ouvido interno.

Disfunção da trompa de Eustáquio. Nessa condição, o tubo em seu ouvido que conecta o ouvido médio à garganta superior permanece expandido o tempo todo, o que pode fazer com que seu ouvido pareça cheio.

Alterações ósseas da orelha.

O enrijecimento dos ossos do ouvido médio (Otosclerose), condição causada pelo crescimento ósseo anormal pode afetar sua audição e causar zumbido.

Espasmos musculares no ouvido interno.

Isso às vezes acontece sem motivo explicável, mas também pode ser causado por doenças neurológicas, incluindo esclerose múltipla.

Distúrbios da Articulação Temporomandibular (ATM)

Problemas com a ATM, a articulação de cada lado da cabeça na frente das orelhas, onde o maxilar inferior encontra o crânio, podem causar zumbido.

Neuroma acústico ou outros tumores de cabeça e pescoço. O neuroma acústico é um tumor benigno que se desenvolve no nervo craniano que vai do cérebro ao ouvido interno e controla o equilíbrio e a audição. Outros tumores de cabeça, pescoço ou cérebro também podem causar zumbido.

Distúrbios dos vasos sanguíneos

Condições que afetam seus vasos sanguíneos – como aterosclerose, pressão alta ou vasos sanguíneos dobrados ou malformados – podem fazer com que o sangue se mova pelas veias e artérias com mais força. Essas alterações no fluxo sanguíneo podem causar zumbido ou torná-lo mais perceptível.

Outras condições crônicas

Condições como diabetes, problemas de tireoide, enxaquecas, anemia e doenças autoimunes, como artrite reumatoide e lúpus, têm sido associadas ao zumbido.

Complicações do Zumbido no Ouvido

O zumbido afeta as pessoas de maneira diferente. Para algumas pessoas, o zumbido pode afetar significativamente a qualidade de vida. Se você tem zumbido, você também pode experimentar:

 – Fadiga

 – Estresse

 – Problemas de sono

 – Problemas de concentração

 – Problemas de memória

 – Depressão

 – Ansiedade e irritabilidade

 – Dores de cabeça

 – Problemas com o trabalho e a  vida familiar

O tratamento dessas condições relacionadas pode não afetar o zumbido diretamente, mas pode ajudá-lo a se sentir melhor.

Como identificar a causa do meu Zumbido?
Como tratar o Zumbido no Ouvido?

Entre em contato via WhatsApp que explicarei como funciona o meu método de atendimento, desde a identificação até o tratamento.

Nerli Moreira de Castilho
Fonoaudióloga

Formação

 – Fonoaudióloga desde 2007 pela -Universidade do Vale do Itajaí – CRFa 3ª 9239

 – Pós-Graduação em Audiologia Clínica pela Universidade Tuiuti do Paraná

 – Mentoria Capacitação Therapy Zumbido e Sintomas Associados com Práticas Integrativas

 – Curso Fotobiofono Alfa – Programa de Formação em Fotobiomodulação para Fonoaudiólogos – Sávio Bastos

 – Curso Online Manipulação Profunda Orofacial com Estimulação das zonas e pontos Motores da Face

 – Curso Online Ventosaterapia Associado à Laserterapia Aplicada na Motricidade Orofacial

 – Curso Online Capacitação Therapy Zumbido

 – Curso Online Como Prescrever exercícios na Terapia de Motricidade Orofacial

 – Curso Relação Intestinos-Cérebro – Dr. Afonso Salgado

 – Curso Laserterapia Zumbido & Reabilitação Labiríntica – Prof. Perla Ferreira Passos – CRFa 2-9095

 – Curso Desvendado a ATM – Professor Randy Marcos – CREFITO 136994-F

Atuação

 – Avaliação da audição, equilíbrio e zumbido

 – Reabilitação auditiva com adaptação de aparelho de amplificação sonora individual

 – Reabilitação do Zumbido Somatossensorial

 – Fotobiomodulação e Eletroestimulação na dor Orofacial e Disfunção Tempomandibular

 – Terapia manual e liberação miofascial em músculos relacionados ao sistema auditivo

 – Fotobiomodulação (laserterapia) pontual, sistêmica vascular (ILIB), intranasal, conduto auditivo Transcraniana (Cérebro)

 – Indicação de florais quânticos específicos para o tratamento do Zumbido

Consultório em Cascavel
Rua Souza Naves, 2934 – Parque São Paulo – Cascavel, PR

Mais de 10 anos de experiência em saúde auditiva

Nossa equipe é formada por fonoaudiólogos certificados e especialistas em tecnologia auditiva

Contato pelos fones:

(45) 99804-0028

(45) 4100-1111

atendimento@solucoesauditivas.com.br

Siga nossas redes sociais

Siga nossas redes sociais

meios-de-pagamento-2x

Certificações

certificacao

Inscreva-se e receba novidades!

Formulário geral

Nossa equipe é formada por fonoaudiólogos certificados e especialistas em tecnologia auditiva

Agende uma consulta
× Como posso te ajudar?